TERAPEUTAS
André Gandur
Marilene Coelho

 
 
Outono Pela Medicina Tradicional Chinesa

 

O outono é uma estação de transição entre o calor e a umidade do verão, para um período mais seco e um pouco frio.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa energeticamente, o outono, é a estação do Elemento Metal e se relaciona com o pulmão – as vias respiratórias em geral, o intestino grosso e a pele.

Neste período estamos mais sujeitos a tosses, diarreia, constipação, problemas de garganta e esôfago, fragilidade emocional, asma, bronquite, gripe, coriza, além da tendência ao ressecamento da pele. Estes também configuram como sinais de desequilíbrios.

Segundo a MTC, no outono, há uma tendência à melancolia.É a estação da moderação das atividades, da economia e armazenamento de energia. A atividade física moderada e praticada com regularidade é recomendada para auxiliar na liberação de toxinas, melhorar a circulação sanguínea, fortalecer o sistema cardiorrespiratório e diluir a estagnação que gera cansaço.

A alimentação nesta estação, deve ser constituída de alimentos mais nutritivos visando menor armazenamento de gorduras, açúcares e carboidratos, já que o período é de armazenamento e o corpo pede por mais energia. Por isso é recomendado o consumo de frutas, legumes e verduras, por serem de fácil digestão, e ainda alimentos cozidos e grelhados, além de sementes como amêndoas, nozes e castanhas, nos intervalos das refeições. Devem ser evitados alimentos com sabores picante, amargo e adstringente.

Sendo o outono uma estação seca, é necessário a ingestão de muitos líquidos, a fim de liberar o excesso de umidade interna e diluir o muco.

No Outono devemos libertar tudo o que está gasto como as folhas das árvores que caem para poupar a essência.

André Gadur

UTILIZE NOSSOS CANAIS DIGITAIS
Tel: (21) 97445-8205